No que se refere ao homem e à natureza, há primavera e outono. Se os motivos de uma pessoa são verdadeiros, e a ocasião é próprios grandes mudanças podem ser feitas, e todos se beneficiarão. Nem todos, entretanto, têm a força de caráter necessária para inspirar os outros nessas épocas perigosas.

 

Voltar