OSWALDO MONTENEGRO
cantor e compositor

 
 




Eu amava como amava um cantor 
De qualquer clichê, de cabaré, de lua e flor 
Eu sonhava como a feia na vitrine 

Como carta que se assina em vão 
Eu amava como amava um sonhador 
Sem saber porque, e amava ter no coração


A certeza ventilada de poesia 
De que o dia amanhece não 
Eu amava como amava um pescador 


Que se encanta mais com a rede que com o mar 
Eu amava como jamais poderia 
Se soubesse como te encontrar 
Se soubesse como te encontrar


 

 

     
     
     
   

 
 
     
 

 

 

   
Voltar - Mulher Virtual Voltar - Romantic
 
® Mulher Virtual
Todos os direitos reservados.

Não é permitido copiar imagens, ao invés de copiar envie a pagina obrigada