Classificação dos verbos

Os verbos classificam-se em:

Verbos Regulares Verbos Irregulares Verbos Anômalos Verbos Defectivos

Verbos regulares são aqueles que não sofrem alterações no radical.


Ex. cantar, vender, partir.

 

Verbos irregulares são aqueles que sofrem pequenas alterações no radical.  

Ex. fazer = faço, fazes; fiz, fizeste

 

Verbos anômalos são aqueles que sofrem grandes alterações no radical.  

Ex. ser = sou, é, fui, era, serei.

 

Verbos defectivos são aqueles que não possuem conjugação completa.  

Ex. falir, reaver, precaver = não possuem as 1ª, 2ª e 3ª pessoa. do presente do indicativo e o presente do subjuntivo inteiro).

 

Verbos Abundantes

Verbos abundantes são aqueles que apresentam duas formas de mesmo valor. 

Geralmente ocorrem no particípio, que chamaremos de:

particípio regular
, terminado em -
ado, - ido, usado na voz ativa, com o auxiliar ter ou haver

particípio irregular
, com outra terminação diferente, usado na voz passiva, com o auxiliar ser ou estar.

Exemplos de verbos abundantes:

Infinitivo Particípio Regular Particípio Irregular
aceitar aceitado aceito
acender acendido aceso
contundir contundido contuso
eleger elegido eleito
entregar entregado entregue
enxugar enxugado enxuto
expulsar expulsado expulso
imprimir imprimido impresso
limpar limpado limpo
murchar murchado murcho
suspender suspendido suspenso
tingir tingido tinto

Obs.: Os verbos
abrir, cobrir, dizer, escrever, fazer, pôr, ver
e vir só possuem o particípio irregular
aberto, coberto, dito, escrito, feito, posto, visto
e vindo.
Os particípios regulares
gastado, ganhado e pagado
estão caindo ao desuso, sendo substituídos pelos irregulares
gasto, ganho e pago
.